quarta-feira, novembro 01, 2006

Distribuição geográfica de Angola



Angola está dividida em 18 províncias. As províncias correspondem aos estados Brasileiros. Cada província tem a sua capital e seus municípios.

A capital Luanda, que é um município, também da nome a sua província. A distribuição das províncias, suas capitais e municípios é a seguinte.



















--------------------------------------------
http://pt.wikipedia.org/wiki/Prov%C3%ADncia_de_Luanda
Luanda (província)

Luanda é a menor província de Angola, com 2.257 km² de área. Sua população aproximada é de 3 milhões de habitantes. Sua capital é Luanda, a maior cidade e capital de Angola. Luanda é também a província de Angola mais industrializada e com o maior crescimento económico, que se deveu ao facto de praticamente não ter sofrido directamente os efeitos da guerra civil e também por se ter registado um êxodo das populações a partir das suas áreas de origem para Luanda. Actualmente, Luanda conta com novos investimentos em função do fim da guerra civil.

A província tem tem 9 municípios que são: Ingombotas, Maianga, Sambizanga, Viana, Rangel, Samba, Cacuaco, Kilamba Quiaxi e Cazenga.

O centro da cidade esta a sofrer transformacoes e arranha ceus muito sofisticados contrastam com os musseques dos arredores da cidade. Acredita-se que mais de 70% da populacao da Capital viva nas zonas suburbanas.

Luanda tem uma baia maravilhosa e uma restinga (Ilha de Luanda) que se estende por mais de 14 quilometros de praias, restaurantes e moradias de pescadores.

Luanda Sul e a zona de maior desenvolvimento habitacional e e o local aonde esta a ser construido o primeiro Shopping center de Angola: O Belas Shopping.
















--------------------------------------------
http://pt.wikipedia.org/wiki/Luanda
Luanda (Cidade)

Mapa de AngolaLuanda (anteriormente conhecida como São Paulo da Assunção de Loanda) é a maior cidade e capital de Angola, sendo também a capital da Província de Luanda. Localizada na costa do Oceano Atlântico, é o principal porto e centro administrativo de Angola. Tem uma população de aproximadamente 4,5 milhões de habitantes (estimativa da ONU em 2004). As coordenadas de Luanda são 8°50'18" Sul, 13°14'4" Este (-8.83833, 13.23444). [1]

As indústrias presentes na cidade incluem a transformação de produtos agrícolas, produção de bebidas, têxteis, cimento e outros materias de construção, plásticos, metalurgia, cigarros, e sapatos. O petróleo, extraído nas imediações, é refinado na cidade, embora a refinaria tenha sido várias vezes danificada durante a guerra civil. Luanda possui um excelente porto natural, sendo as principais exportações café, algodão, açúcar, diamantes, ferro e sal. No entanto, a economia de Luanda continua a ser seriamente afectada pelos conflitos militares em Angola.

Luanda está dividida em duas partes: a "baixa" (parte velha) e a "cidade alta" (parte nova). A "baixa" fica perto do porto, tendo ruas estreitas e edifícios da época colonial. Os habitantes de Luanda são na sua grande maioria membros de grupos étnicos africanos, incluíndo Ovimbundu, Kimbundu e Bakongo. Existe uma pequena minoria de origem europeia. A língua oficial e mais falada é o Português, sendo também faladas várias línguas do grupo Bantu.

A cidade é sede de um arcebispado da Igreja Católica. Pontos importantes da cidade incluem a Universidade de Angola e o Palácio do Governador.


História
Luanda foi fundada em 1575 pelo explorador português Paulo Dias de Novais, com o nome de São Paulo de Luanda. Em 1618 foi construída a Fortaleza de São Pedro da Barra, tendo mais tarde, em 1634, sido construída a Fortaleza de São Miguel. A cidade é o centro administrativo de Angola desde 1627 (excepto no período 1641 –1648) quando ficou sob o domínio dos holandeses, sendo recuperada sob o comando de Salvador Correia de Sá, que lhe atribuiu o nome de S. Paulo da Assunção de Luanda.

De c.1550 a c.1850, Luanda foi um importante centro do tráfego de escravos para o Brasil. Em 1889, o governador Brito Capelo inaugurou um aqueduto que forneceu a cidade de água, anteriormente escassa, abrindo caminho para o grande crescimento de Luanda. Em 1872 Luanda foi apelidada de a "Paris de África".

Após a independência de Angola em 1975, grande parte da significativa população portuguesa da cidade foi obrigada a fugir, sendo substituída por grande número de cubanos, muitos deles militares.

Transportes
Luanda é o ponto de partida de uma linha de caminho-de-ferro que serve o interior a Este da cidade, sem no entanto atingir a fronteira da República Democrática do Congo. A cidade é servida pelo Aeroporto Quatro de Fevereiro. O principal sistema de transporte no interior da cidade são os candongueiros taxis informais que percorre toda a cidade, incluindo também viagens para várias próvincias do pais.


Um comentário:

Rodrigo Valentim disse...

Spindola... fico muito feliz em saber que você esta cada bem e muito feliz.. fiquei muito feliz em saber que estavas indo para Angola, hoje, vi seu endereço do blog e resolvi dar uma lida... fiquei feliz ao ler tudo e ver que você esta bem... desejo a você toda felicidade do mundo, você merece por ser uma pessoa simples e com muita energia boa para poder transmitir a todos. Você é sinonimo de força de vontade, nunca desista dos seus objetivos.

Quando a gente leva um tapa da vida, é daí que a gente deve tirar todas as forças para poder seguir em frente. Esse exemplo, você dominou bem, nunca esquecerei o lance das Certificações... Estou lutando pela minha, acredito que no inicio de 2007 irei dar inicio. Porém, espero não levar a tapa que você levou. Hoje, não deves estar pensando nisso, mas, é um aprendizado para toda a vida.

Mais uma vez, sucesso e continue sendo a pessoa que és. Felicidades e muito sucesso. É o que desejo a essa pessoa de ótimo coração que és. Qualquer coisa, é só mandar noticias. Sei bem o que é viver longe de casa... Grande abraço. Obrigado por fazer parte da minha rede de amigos.