quarta-feira, novembro 15, 2006

Kinglas


Muito interessante como as pessoas se adequam as necessidades, e, de uma forma ou de outra, tudo se acomoda.

Com a abertura do comércio e a chegada de muitos estrangeiros, o mercado Angolano foi inundado de dólares. Essa foi uma saída também para conter a inflação, vincular a moeda local, mesmo que informalmente, a moeda forte.

Há a indispensabilidade de se obter moeda local, Kwanzas, para negociar em determinados estabelecimentos, pois alguns não recebem moeda estrangeira. Casas de câmbio seriam a medida mais óbvia, contudo devido a infra-estrutura, como levar isso a todo país.

Algumas pessoas, então, começam a realizar esse câmbio no meio da rua. Elas ficam geralmente perto de supermercados ou lojas de grande movimento. Há também os que ficam de pé, nas calças, em vias de grande fluxo de pessoas e veículos. Com um maço de Kwanzas na mão a sacudir no ar, de um lado para o outro, ficam a espera de clientes para a troca. A cotação é o pacífico, 1 dólar = 80 Kwanzas, e a negociação acontece no meio da rua.

O governo, em contra partida, proíbe esse tipo de troca, e solicita aos estrangeiros o façam em locais adequados. Nos mercados maiores ou em grandes lojas, geralmente, há um balcão para o câmbio.

Ao chegar em Luanda, os estrangeiros mais antigos, alertam para ter cuidado, pois no caso de um policiar ver, ele pode encrencar.

Como disse em um dos post anterior, “cada povo uma cultura”. Com certeza uma das melhores coisas de se viajar é: aproveitar e conhecer os costumes e a riqueza cultural do lugar. Viva as diferença.

Um comentário:

Renata Tuccimei disse...

NOSSA!!!!!!!!!!
1 dollar por 80 kwanzas????
afe!!!!