quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Logística em Angola – grande desafio

Atualmente um dos livros que estou lendo – O mundo é plano http://www.americanas.com.br/prod/292949/BookStore?i=1, Thomas L. Friedman – fala sobre o processo de globalização e a realidade do outsourcing e terceirização. O autor coloca de forma muito clara a competição não mais entre os países e sim entre as empresas. Hoje não disputamos vagas como os Brasileiros apenas, mas com as empresas de todo mundo que terceirizam ou mesmo realização o trabalho intelectual em outros países.

Muito além da competição de trabalho, para se conseguir esse tipo de abstração, questões como a logística de distribuição de matérias primas tem que estar totalmente resolvidas e dominadas. No caso de Angola o problema é mais embaixo, a distribuição de alimentos é deficiente.

É comum, e já tenho visto isso nesses meses que estou aqui, que quando falta um produto em um mercado da cidade, como se em cascada, começa a faltar em todos os demais. Produtos como queijo que desde o final do ano não se encontra em nenhum mercado da cidade. Incrível que já se passou um mês do início do ano e continua faltando queijo. O pior é o caso da Coca Light que é produzida aqui em Angola e mesmo assim ficou algumas semanas sem vender na maioria dos lugares, restaurantes principalmente.

Fico imaginando um empresário que deseja abrir algum tipo de negócio em Angola que não seja de prestação de serviços. Vamos usar como exemplo uma lanchonete, uma franquia, o Mac Donald’s. Será que a haverá hambúrguer? Haverá pão ou mesmo o molho especial? O engraçado é que há a demanda, existe gente querendo vender, mas simplesmente não chega.

Onde estará o problema? As empresas de logísticas são incompetentes? Acredito que não, provavelmente deve haver várias empresas estrangeiras trabalhando aqui. O problema é da super demanda? Essa acho uma causa mais provável, mas não por falta de capacidade de atender os clientes por parte das empresas, mas do governo e da infra-estrutura.

O fato é que a logística aqui em Angola é algo complicado e com certeza limita bastante a realização de novos negócios. Basta dizer que o Shopping está tendo a sua inauguração adiada devido ao fato que as mercadorias das lojas simplesmente não conseguem chegar, ou ainda, a tela do cinema está presa em algum porto desses. Só para saber essas informações sobre o shopping vieram de uma amiga que trabalha para o shopping.

Problema de difícil solução esse, a única certeza é que a curto prazo o problema vai continuar.

Um comentário:

Carlos Diego C. Pereira disse...

Grande Antônio Spindola! Finalmente notícias suas! Fiquei feliz em saber que as coisas estão indo bem - na medida do possível, dada a distância da sua terra natal. Torço pelo seu sucesso e espero poder ter o prazer de trabalhar com você novamente.

Forte abraço!

Carlos Diego C. Pereira