quarta-feira, janeiro 31, 2007

Angolano não sabe fazer feijoada

Oh saudade da terrinha! Quando ouvi no restaurante que havia feijoada no cardápio, não pensei duas vezes. Era hora de tirar a barriga da miséria e matar a vontade de estar em casa. Vale colocar que a comida aqui em Angola não é boa. Muito pouco tempero e muita gordura e sal. Uma comida pesada onde uma panela de feijão é feita com dois litros de azeite de dendê.

Minha imaginação foi longe, pensando no paio. Com um pouco de sorte viria até um pedacinho de carne de charque, saudade danada da charque com cebola e macaxeira lá de casa.

Pense numa decepção, a feijoada era tudo, menos feijoada. Um pedaço com osso de galinha... Quem já viu galinha na feijoada? Feijão branco, repolho, cenoura, couve, salsão e muito do danado do azeite de dendê. Resumindo, uma droga. Para comer bem aqui em Angola só pagando caro ou fazendo você mesmo. Melhor esperar até a próxima volta para casa.

3 comentários:

Lyud disse...

Afe, mas o tal do africano já sofre né? Valeimemisericordia....

Plizinho, sem querer fazer inveja, mas já fazendo, aqui vai ter macaxeira hj, mas não é com charque, e sim com carne de sol, coisa q vc tb deve estar c saudade né? Qdo vc vier de novo a gente vai lá em "Da Paz" e resolve isso! ;)!

Te amo! Domizinha!

Anônimo disse...

Fico feliz em encontrar aqui no seu blog um brasileiro que vivendo em Angola, meu país, se interessa e vai fazendo pequenas reportagens sobre a sua vivencia em Luanda. Contudo algumas inverdades mancham esta pretensão...não há, nunca houve nem haverá em Luanda ou resto do país "feijoada de azeite de dendê". Há sim um prato chamado feijão de oleo de palma (dendê para voces) e que não leva carne alguma. Agora a feijoda como tal varia de país a país..pois em Angola é diferente de Portugal como também o é do Brasil...
Também não é verdade que as pessoas não possam cultivar a terra por receio que ao faze-lo encontrem diamantes...há sim um receio no interior do país de se cultivar a terra devido ao elevado numero de minas colocadas ao longo dos vários anos do conflito armado.

.nelson_silvestre@hotmail.com

Anônimo disse...

Quero lhe convidar para acessar nosso blog aí na Angola. Desejamos que angolanos acessem este blog de aut-ajuda, que com certeza será de grande valia nosa dia difíceis que vivemos.

BLOG:. claudio.rogerio.zip.net