quinta-feira, outubro 19, 2006

Suco da Tia - Saudades da “voadinha”

Agora em Luanda, são exatamente 16:30 h, justamente a hora em que em Recife, quando trabalhava na MV, íamos tomar um suco na tia. Procurávamos sempre ir o mais rápido possível, para voltar para o trabalho, e nem todo dia dava para ir, mas com certeza, quando acontecia, era a melhor parte do dia. Ir na “Tia” é tão bom que mesmo quando sai da MV e fui para o TRF, quando podia, na sexta-feira que saíamos mais cedo, passava lá para rever os amigos.


Podia ir qualquer pessoa, contudo a reunião só estava completa quando comparecia o trio ternura. O trio ternura era formado pelos seguintes integrantes.

- Cabeleira (Eu - Chimbinha)
- Alicate (Raphael – PH, cabeça de coxinha)
- Marreco (Carlos Alberto Wanderlei – Caruaru, Malaça, Venta, etc...)


Como sinto saudades desses dois, a companhia deles era fenomenal. Sempre tinha uma fofoca para contar, Caruaru é bom nisso. Tinha ainda a risada estafúrdia de PH, aquela figura.


Lembro de muitos causos que se passaram por lá. Foi lá por exemplo que PH me falou que ira me apresentar minha última namorada, Lívia. Ainda lembro dele dizendo:
- Chimbinha, tenho uma boisinha massa para te apresentar. Sempre quis que vocês se conhecem mas nunca houve a oportunidade.
Hoje digo, valeu PH, grande mulher essa sua amiga, tive o prazer de conviver e conhecer a maravilhosa pessoa que é Lívia.

Outra situação que sempre acontecia era Caruaru roubando o suco, colocando mais para ele, brigando por um pouquinho a mais. Foi lá, também, que surgiu o apelido de asterisco e ponto de referência.

Amo esses dois, estou com muitas saudades deles. Quando chegar ao Brasil uma das primeiras coisas que quero fazer é: Marcar um suco na tia.

Um comentário:

Lívia disse...

ídem!

Obrigada!

Saudades,
Bjossssss