segunda-feira, abril 16, 2007

Raios, relâmpagos e trovoadas

Têm acontecido com muita freqüência nas últimas semanas chuvas no início da noite até a madrugada. O engraçado é que quando comparado com as chuvas diurnas, as noturnas são bem mais freqüentes. Constatações pluviométricas à parte, o que chama à atenção são mesmo os raio ou relâmpagos, como preferir.

Em Recife, onde moro, vez por outra, mas muito raramente, se vê um raio, já aqui em Luanda é realmente um espetáculo. A noite quando estou voltando para casa, no horizonte, vejo os fachos de luz. É inacreditavelmente bonito e assustador. Fico pensando nas pessoas dos musseques, as favelas daqui, com aquelas casas simples. Mais ainda, há muitas pessoas que morar em cabanas. Como será passar uma noite em um lugar como esse sob uma forte chuva com relâmpagos e o vento que mais parece gritar?

Fora a beleza da tempestade, que em certa horas parece até um espetáculo de luzes sincronizadas, muitos trovões são escutados e por assim dizer sentidos. Alguns são tão fortes e altos que chegam a mexer com as janelas.

Acredito que esse fenômeno é decorrente do local e como é a terra aqui na África. Mesmo sendo assustador, é muito bonito.

Belezas da África...


Raios, Relampagos e Trovões na Wikipédia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Raio_%28meteorologia%29

Um raio ou relâmpago é uma descarga elétrica que se produz entre nuvens de chuva ou entre uma destas nuvens e a terra. A descarga é visível com trajetórias sinuosas e de ramificações irregulares ás vezes com muitos quilômetros de distância, fenômeno conhecido como relâmpago. Ocorre também uma onda sonora chamada trovão.

* A utilização dos termos raio ou gsdgdsde receptores de rádio de alta sensibilidade e de radiotelescópios tal sua magnitude.

Existem três tipos de raios, também menos comumente chamados descargas iônicas:

* Da nuvem para o solo.
* Do solo para a nuvem.
* Entre nuvens.

Afirmam que as descargas entre nuvens e solo representam 20% do total.

2 comentários:

Ivan Corrêa disse...

É isso aí Spíndola, sou carioca, mas atualmente moro em Casa Forte e sinto aqui a maior falta de ver este espetáculo de raios, tão raro aqui na tua cidade. Imagine que ontem caiu uma quase tempestade à noite e eu corri para a varanda e fiquei horas à espera de alguns raios. Muitos relâmpagos mas raios que é bom, nada.

erilane disse...

aí, se vc ainda mora em casa forte, agora esses dias deve estar facinado com o espetáculo q o céu tem dado ultimamente.ontem mesmo pude ver de perto relãmpagos fortíssimos e raios belissimos e assustadores, fiquei assustada pois isso não é comum por aqui.